Candidatos Estrangeiros

Pesquisa e Pós-Graduação

Espaço Stricto Sensu
|
Candidatos Estrangeiros

CANDIDATOS ESTRANGEIROS

Desde 2013, por meio do Edital do Processo Seletivo, é possível a participação de candidatos estrangeiros que residam no Brasil ou no exterior, desde que se inscrevam dentro definido anualmente no calendário da Universidade.

Os candidatos estrangeiros residentes no país deverão realizar os mesmos procedimentos aplicados aos brasileiros e nas mesmas datas.

Os candidatos estrangeiros somente podem ser admitidos e mantidos nos cursos de Pós-Graduação oferecidos pela UPM quando apresentarem o documento de identidade válido e de visto temporário ou permanente que os autorize a estudar no Brasil.

Os candidatos estrangeiros deverão demonstrar conhecimento em língua portuguesa e, para o mestrado, em 1 (uma) língua estrangeira e, para o Doutorado, em 2 (duas) línguas estrangeiras. A língua materna poderá ser aproveitada como opção de proficiência, desde que respeitadas as opções de línguas aceitas pelo Programa escolhido.

A princípio, para a proficiência em língua portuguesa, serão aceitos apenas os certificados emitidos pelo Celpe-Bras e pelo Mackenzie Language Center. Para o candidato estrangeiro residente no exterior deverá procurar o consulado brasileiro em seu país, realizar a inscrição e ser aprovado na prova Celpe-Bras. A certificação mínima aceita é o intermediário superior (nota entre 2,76 e 3,50).

CELPE-BRAS

O Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) é conferido aos estrangeiros com desempenho satisfatório em teste padronizado de português, desenvolvido pelo Ministério da Educação.

Outorgado pelo MEC, o Celpe-Bras é o único certificado brasileiro de proficiência em português como língua estrangeira reconhecido oficialmente. É conferido em quatro níveis: intermediário, intermediário superior, avançado e avançado superior. O primeiro teste foi aplicado em 1998.

Para maiores informações acesse http://portal.inep.gov.br/celpebras.

Manual do CELPE-BRAS

PROGRAMA DE ESTUDANTES-CONVÊNIO DE PÓS-GRADUAÇÃO (PEC-PG)

Os candidatos estrangeiros interessados nas Bolsas PEC-PG (Programa de Estudante-Convênio de Pós-Graduação) deverão participar de processo seletivo específico, conforme determinado pelo Manual do PEC-PG.

Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG) oferece bolsas de estudo para estrangeiros oriundos de países em desenvolvimento com os quais o Brasil possui acordo de cooperação cultural e/ou educacional, para formação em cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras.

 

São oferecidos os seguintes benefícios:

– Vagas em IES brasileiras recomendadas pela Capes, sem custos de matrícula;

– Bolsa mensal, nos valores estabelecidos pela CAPES. Esses valores vigentes atualmente são de R$1500,00 para mestrado, com duração máxima de 24 meses, e R$2200,00 para doutorado, com duração máxima de 48 meses; e

– Passagem aérea de retorno ao país do estudante estrangeiro.

 

O PEC-PG é administrado em parceria por três órgãos:

– Pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), por meio da Divisão de Temas Educacionais (DCE), a quem cabe a divulgação do Programa no exterior e o pagamento das passagens de retorno dos estudantes;

– pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a quem cabe a seleção e o pagamento das bolsas de doutorado para estudantes de todos os países participantes e de mestrado para estudantes do Timor-Leste; e

 – pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por meio do Conselho Nacional para Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a quem cabe a seleção e o pagamento das bolsas de mestrado para estudantes de todos os países participantes, com exceção de Timor-Leste.