Cursos de Graduação

|
Atividades Acadêmicas
X Encontro de Engenharia de Materiais da Universidade Presbiteriana Mackenzie

VII Mostra de Trabalhos Científicos em Engenharia de Materiais da graduação e Pós-Graduação


Durante os dias 22 a 24 de abril de 2015 irá ocorrer na Universidade Presbiteriana Mackenzie o X Encontro de Engenharia de Materiais da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o qual terá como tema central ENGENHARIA DE MATERIAIS E OS NANOMATERIAIS.
Trata-se de um tradicional evento do curso de Engenharia de Materiais da Universidade Presbiteriana Mackenzie que tem como objetivo trazer para a graduação, o cotidiano da ciência e a prática industrial. O evento consiste na apresentação de trabalhos de pesquisa e na forma de palestras técnicas de convidados da Academia e da Indústria. O evento contará com a presença dos seguintes palestrantes: Prof. Dr. Bruno Sarmento (Universidade do Porto), Prof. Dr. Timothy J. Rupert (University of Califórnia, Irvine), Prof. Dr. Daniel Souza Corrêa (EMBRAPA), Prof. Dr. Jonas Gruber (Instituto de Química, USP).
Os interessados em submeter trabalhos para apresentação na sessão de painéis e se inscrever no encontro poderão encaminhar o resumo estendido e a solicitação de inscrição até 17/04/2015 para engmateriais@mackenzie.br. Não há taxas de inscrição, sendo o evento patrocinado por: Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), Conselho Regional de Química – 4ª região, Carborundum abrasivos, MACKPESQUISA (órgão de fomento da U.P.Mackenzie) e Universidade Presbiteriana Mackenzie.
O evento também é apoiado pela Associação Brasileira do Alumínio-ABAL, Associação Brasileira de Cerâmica, Associação Brasileira de Polímeros, Instituto de Engenharia, Universidade do Porto, Embrapa, Instituto de Química da USP e University of California, Irvine.
Os trabalhos selecionados serão publicados nos Anais do Encontro de Engenharia de Materiais da Universidade Presbiteriana Mackenzie. O artigo completo de trabalhos selecionados poderá ser submetido para publicação na Revista Mackenzie de Engenharia.
 Os resumos estendidos deverão:

  1. estar em formato A4 com margens superior, inferior e direita de 2 cm e margem esquerda de 2,5cm.
  2. conter no máximo 3 páginas.
  3. serem redigidos com fonte Arial tamanho 10 – espaço simples;
  4. apresentar o título do projeto, com o tamanho de fonte Arial 12 em negrito;
  5. conter os nomes dos pesquisadores e as Instituições de atuação dos mesmos, indicados logo abaixo do título, com fonte Arial 10;
  6. incluir uma introdução, objetivos, metodologia, resultados, conclusão e bibliografia.
  7. agradecimentos às entidades que forneceram recursos ao trabalho de pesquisa (e.g. MACKPESQUISA, FAPESP, FINEP, CNPq, entre outros) deverão ser incluídos ao final do resumo estendido.
TCC - Trabalho de Conclusão de Curso

O Trabalho de Graduação Interdisciplinar (TGI) é um trabalho que deve ser desenvolvido a partir da oitava etapa do curso de Engenharia de Materiais com o objetivo de integrar os conhecimentos teóricos e práticos adquiridos ao longo do curso. No curso de Engenharia de Materiais todos os trabalhos de TGI devem conter parte prática, contemplando a realização de experimentos. De acordo com o parecer do Conselho Nacional de Educação ? Câmara de Ensino Superior (CNE-CES 1362/2001) das Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Engenharia fica estabelecido que o trabalho final de curso, denominado pela Escola de Engenharia como TGI, é obrigatório como atividade de síntese e integração de conhecimento.

Estágios

O Estágio Supervisionado Curricular Profissionalizante (ESCP) é uma atividade acadêmica com duração mínima de 240 horas, onde o estudante desenvolve atividades profissionalizantes em Empresa, em Órgão Público ou em Instituto de Pesquisa, com acompanhamento contínuo de um Professor, sendo esta vinculada ao Núcleo de Estágios Supervisionados - NES, que é parte integrante dos Órgãos de Apoio Didático Pedagógico da Escola de Engenharia da UPM conforme artigo 32 de seu respectivo regimento. O ESCP visa propiciar a complementação do ensino, a fim de se constituir em instrumento de integração, em treinamento prático e em aperfeiçoamento técnico-cultural, científico e de relacionamento humano.

Atividades Complementares

As Atividades Complementares proporcionam uma formação sociocultural mais abrangente e seu foco principal é complementar a formação, enriquecendo o conhecimento teórico-prático com atividades realizadas fora dos programas das disciplinas previstas na grade do curso. O objetivo é ampliar os horizontes da formação profissional e pessoal do aluno, estimulando sua iniciativa e respeitando sua individualidade por meio da escolha de atividades de maior interesse para o desenvolvimento de suas competências. Envolvendo Ensino, Pesquisa e Extensão, as Atividades Complementares possibilitam uma maior articulação entre teoria e prática, permitindo uma permanente atualização do conteúdo das disciplinas.

Atividades de Extensão

A extensão universitária é o processo educativo, cultural e científico, que articula o ensino e a pesquisa, de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre Universidade e Sociedade. A extensão é uma via de mão dupla, com trânsito assegurado à comunidade acadêmica, que encontrará, na sociedade, a oportunidade de elaboração da práxis, de um conhecimento acadêmico. No retorno à Universidade, docentes e discentes trarão um aprendizado que, submetido à reflexão teórica, será acrescido àquele conhecimento.

Pesquisa / PIBIC

O Programa Institucional de Iniciação Científica (PIBIC Mackenzie) se destina a complementar o ensino de graduação, oferecendo aos estudantes a oportunidade de desvendarem como se processa a geração do saber e como o conhecimento científico é adquirido. Esses objetivos são alcançados pela participação do aluno nas atividades práticas e teóricas no ambiente de pesquisa, sob a orientação de um professor-pesquisador. A efetivação e consolidação da boa pesquisa em nossa Universidade é uma questão prioritária de nossa Reitoria, e é apoiada pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie que tem disponibilizado as bolsas de Iniciação Científica para os nossos "alunos-pesquisadores".